Tá esperando o quê?

Hoje eu quero falar com você que tem alguns sonhos, vontades, desejos e tudo o mais. Você que tem tudo isso e por algum motivo não começou. Talvez sua história seja parecida com as histórias abaixo:

X é porteiro de um prédio e tinha uma habilidade em fazer luminárias em pvc, mas deixou isso pra lá. A situação começou a apertar e ele resolveu fazer um pra vender para um amigo. O amigo gostou e outras pessoas começaram a pedir mais. Agora ele está com vários pedidos a caminho

Y é psicóloga e há algum tempo está sentindo-se insatisfeita e a grana também está apertando. Resolveu voltar a fazer algo que gostava e passar a atender nos horários que antes eram livres

Z trabalha em um escritório de contabilidade e sempre adorou cozinhar. A grana apertou e mesmo sem tempo ele resolveu tentar cozinhar para fora.

W foi demitido. Resolveu comprar uma barraquinha com o pouco dinheiro que restou para vender os doces que sua esposa faz e todos adoram“.

 limite-esperando

Essas são histórias típicas da realidade brasileira atual. Com a inflação alta e a taxa de desemprego aumentando essas histórias tendem a se tornar cada vez mais comuns. São pessoas comuns, com histórias comuns e que de uma hora pra outra resolveram fazer algo que gostam ou que nem gostavam tanto, mas têm habilidade para fazer e gostariam de ter feito antes.

Mas a pergunta que eu gostaria de fazer para você é a seguinte: por quais motivos essas pessoas esperaram tanto tempo para fazer isso?

Tempo? Dinheiro? Já pensou como essa espera é a maior armadilha que você pode criar? Se você está em um emprego formal, carteira assinada e tudo bonitinho, provavelmente trabalhará cerca de 40 horas. Vai ter uma graninha sobrando (ou não) e terá pouco tempo sobrando. Mas a outra alternativa para ter muito tempo pode não ser tão agradável para muitas pessoas: fique desempregado.

Isso mesmo: desempregado. Fique desempregado que rapidinho você terá muito tempo sobrando, mas pode ser que não tenha quase nenhum dinheiro para receber e muito menos para sobrar.

Note que as pessoas que eu citei ali em cima (casos reais e fictícios) não tinham iniciado nada disso antes que as coisas “apertassem”. Elas estavam esperando o momento certo, aquele momento em que o vento sopra a noroeste, a temperatura está em 24°, a umidade relativa do ar em…. Ok, você entendeu?

Essa hora nunca vai chegar. Isso mesmo: nunca. Você nunca terá todas as condições perfeitas para iniciar um projeto. E ainda que tenha isso não é garantia de sucesso. Ter as garantias de início pode não ser (e muitas vezes não é) garantia de sucesso. Simplesmente porque é uma característica incrível da vida: ela muda. Sempre. E a condição favorável de hoje pode mudar amanhã. Seu papel não é esperar a condição, mas criá-la.

E é por isso que a minha pergunta pra você é simples: tá esperando o quê? Tá esperando o quê pra começar a cuidar da sua saúde? O próximo pico de pressão alta? Tá esperando o quê pra marcar aquele pulo de asa delta que você sempre sonhou? Ter tempo ou organizar sua agenda? Tá esperando o quê para enviar o currículo para aquela empresa que você sempre sonhou trabalhar? Ser demitido? Tá esperando o quê para procurar ajuda e mudar aqueles comportamentos que fazem as pessoas a sua volta sofrerem? Perder estas pessoas? Tá esperando o quê para iniciar aquele projeto que faria você uma pessoa muito feliz pelo simples fato de ter tentado? Entrar no desespero?

Gostaria que você fizesse o seguinte exercício: imagine que você morreu hoje. Isso mesmo, hoje. Um mau súbito. Ninguém esperava. Daqui a pouco várias pessoas estarão no seu funeral, elas estarão lá para se despedir de você. Todas estarão falando sobre a sua vida, sobre a imagem que você deixou para elas. O que será que elas estarão falando sobre você? Será que é a imagem que você gostaria de ter deixado? O que você gostaria que elas falassem de você?

Você acredita que as pessoas falarão aquilo que você gostaria de ouvir? Que bom! Continue assim! Continue fazendo aquilo que está fazendo! Ou você acredita que as pessoas falarão algo totalmente diferente do que você gostaria? Calma. Não entre em desespero. Se você acredita que elas não falarão isso, pense o que você pode fazer para ir atrás daquela imagem que você gostaria? Ela não é construída da noite para o dia, o seu “eu” melhor não vai surgir de hoje para amanhã. Ele será construído!

E não adianta esperar para construir amanhã, na semana que vem, depois do feriado… Não. Comece hoje, naquele horário vago que você utiliza para olhar redes sociais, compartilhar vídeos no WhatsApp, ler notícias que não trazem nada de relevante para sua vida. Hoje.

Hoje é segunda e seu tempo e dinheiro estão aí. É com essa realidade que você vai ter que lidar. Então, meu amigo e minha amiga: tá esperando o quê?